5.1.14

Uma espécie de bolo-rei para o Dia dos Reis

Em criança eu adorava o dia dos Reis, primeiro porque nós fazíamos uma festa grande em família, igual à do Natal e à do Ano Novo, e depois porque era habitual eu ser contemplada com uma(s) prendinha(s) que não estava a contar da parte de um ou outro cliente dos meus pais que eram de nacionalidade espanhola. Como em Espanha, é no dia dos Reis e não no Natal que as crianças recebem as suas prendas, eu recebia uns brinquedos extra por tabela, o que eu achava o máximo e muito conveniente.

Ao contrário do que acontecia em criança, o dia dos Reis já nem é feriado (sinceramente esse foi o único feriado até hoje que eu detestei realmente que tenha sido abolido!), pelo que agora se comemora, segundo a igreja em Portugal, no primeiro domingo a seguir ao Ano Novo, ou seja, hoje! Portanto, em jeito de comemoração a receita de hoje é a de "bolo-rei" de nutella e frutos secos.

As aspas no bolo-rei é porque a massa deste bolo não é a do bolo-rei tradicional. Cheguei a experimentar usar essa massa neste formato antes das festas, mas o resultado não foi o que eu pretendia. O bolo que eu tinha imaginado, teria uma massa tipo brioche, mas ao mesmo tempo um pouco folhada, pelo que cheguei à conclusão que a receita preferida de croissants cá de casa, que veio de uma amiga minha da universidade, a Mónica, seria a ideal para eu fazer o bolo que tinha em mente, e não me enganei, ficou perfeito! 




Bolo-rei de nutella e frutos secos
67g de leite
2 ovos 
50g de manteiga com sal
50g de açúcar amarelo
raspa de limão
334g de farinha T65
17g de fermento de padeiro

manteiga ou margarina à temperatura ambiente q.b.
Nutella q.b. (usei 3/4 de um frasco)
frutos secos a gosto picados q.b. (usei nozes, amêndoas e avelãs)
1 gema de ovo para pincelar
geleira derretida para pincelar

Máquina do pão:
Aquecer ligeiramente o leite no micro-ondas, apenas uns segundos para ficar morno. (Se ficar muito quente, o fermento não vai actuar).
Bater os 2 ovos com um garfo.
Amolecer a manteiga no micro-ondas, apenas uns segundos para ficar tipo pomada.
Colocar na máquina do pão, os ingredientes pela ordem acima indicada. 
Desfazer o fermento de padeiro na farinha com as pontas dos dedos.
Fazer o programa de amassar e levedar. Na minha máquina demora, 1h20.
Retirar a massa para uma bancada enfarinhada, e amassar uns 2 ou 3 minutos, para retirar algum ar, de modo a ser mais fácil, estendê-la.

Bimby:
Pesar a farinha. Desfazer o fermento na farinha com a ponta dos dedos e reservar.
Colocar a casca do limão e o açúcar e pulverizar: 15 seg+vel 9.
Adicionar o leite e a manteiga: 30 seg + 37º + vel 6 e depois 30 seg + vel 9. 
Juntar os ovos: 10 seg + vel 3.
Abrir a bimby e baixar os resíduos com a espátula.
Com a bimby em funcionamento na vel 3, deitar a farinha pouco a pouco através do bocal, no final: 3 min + vel espiga. 
Deixar repousar a massa no copo até esta levantar completamente o copo de medida. 
Assim que acontecer, abrir a bimby e pressionar a massa com a espátula para baixo, de modo a esta perder volume: 1 min + vel. espiga.
Retirar a massa para uma bancada enfarinhada.

---------

1. Estender a massa num rectângulo grande e fino. 
2. Espalhar manteiga ou margarina por todo o rectângulo com uma faca.
3. Dobrar a massa em três, a parte direita para a esquerda, e depois a parte esquerda sobre a parte que se dobrou, de forma a ficar bem encostada. 
4. Rodar a massa em 90º, de modo a ficar com o lado dobrado para a sua esquerda, como se fosse um livro. 
5. Repetir o passo 1, 2, 3 e 4.
6. Voltar a repetir o passo 1.
7. Espalhar a nutella pelo rectângulo da massa.
8. Espalhar os frutos secos por cima da nutella.
9. Enrolar como se fosse uma torta.
10. Formar uma coroa, juntando as pontas do tronco e unindo-as muito bem.  
11. Com uma faca de serrilha, fazer cortes profundos, mas não completos, ao longo de toda a coroa.
12. Colocar num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal.
13. Cobrir com um pano seco e deixar levedar/crescer, pelo menos 30 minutos.
14. Acabado o tempo, pincelar o bolo com gema diluída num pingo de leite.
15. Levar a forno bem pré-aquecido a 180ºC, no modo de ventoinha.
16. Após 20 minutos, retirar e colocar em cima de uma rede para arrefecer.
17. Pincelar o bolo ainda quente, com geleia derretida para dar brilho.
18. Cortar uma fatia e deliciar-se!




Este bolo fez muito sucesso nas nossas festas de Natal e de Ano Novo. A Mónica tem fotos com passo a passo aqui, que ajudam a perceber a parte das dobras na massa. Senão tiverem máquina do pão ou robot, podem fazer a massa à mão como ela faz, aconselho a verem aqui.
Os croissants com esta massa são os melhores que eu já fiz, nesse caso faço sempre uma quantidade maior de massa, são uma maravilha para as festas de aniversário!







12 comentários:

  1. Bem, que gulodice! Bolo rei com sabor a Nutella + frutos secos! Deve ser fantástico! Eu nem aprecio muito as frutas cristalizadas...por isso comia uma fatia com muito prazer!
    Beijinhos

    Sílvia
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não gosto nada das frutas cristalizadas, agora frutos secos já adoro e chocolate nem se fala :)

      Eliminar
  2. na minha família nunca festejamos o dia dos rei mas acho uma tradição bonital....adorei p teu bolo, deve ser muito bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não gostei que tivessem acabado com essa tradição, mas são coisas que acontecem. Fico contente que tenhas gostado do bolo :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Obrigada, Susana! Era para ter participado com este bolo no ingrediente do mês e esqueci-me ao postar :(

      Eliminar
  4. Olá Gori,

    Adorei saber dessa bonita tradição dos Reis, que desconhecia ! :)
    E adorei ainda mais esse bolinho tão que se apresenta lindíssimo e tão apetitoso...
    Com Nutella ? Oh My God ! :) :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel! Com nutella ou chocolate o que não fica bom, não é? Mas este bolo é muito delicioso.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Tem muito bom aspecto! A ver se um dia ganho coragem para meter, literalmente, mãos à massa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Aninha. Assim que comecei a colocar as mãos na massa e a conseguir ter bons resultados, fiquei viciada neste tipo de pães doces. Experimenta, talvez também fiques ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Oh, que bom Patricia! Se tiveres uma foto envia-me que eu adoraria ver :)
      Beijinhos

      Eliminar